terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Desarmei.

Perante esta pergunta: "Quando estava grávida do seu filho, como o imaginava?"

Não consegui responder de imediato. Tive que pensar. E percebi que não me lembro de alguma vez ter parado para pensar nisso, assim, dessa forma estruturada. 

Eu disse que não me lembro. Não quer dizer que não tenha pensado. Mas confesso que fiquei incomodada com este pensamento. 
Vai andar por aqui a assombrar-me...

Sem comentários:

Enviar um comentário