terça-feira, 14 de janeiro de 2014

Melancolia de Mãe

De hoje a um mês o meu filho faz 6 anos e naturalmente já entrei em modo melancolia. Volto a lembrar-me de cada momento da gravidez. Fico brava comigo se dou por mim a esquecer algum pormenor. Não quero perder nada. Foi extraordinário em termos de sentimentos e emoções. Gravidez e parto maravilhosos. Um miúdo fantástico, inteligente, curioso, amigo, sentimental... E agora caio verdadeiramente em mim e vejo que está crescido. Que me escapa a cada dia que passa. Normal. Mas estranho ainda.

Cresce ele e cresço eu enquanto mãe. Aprendo todos os dias a lidar com esta sensação de perda anunciada. É bom vê-los crescer, vê-los fazerem parte do mundo, mas também dói nas entranhas vê-los ganhar asas e sair debaixo das nossas. 

Engraçado como de uma forma inconsciente (ou nem tanto) tentamos criar barreiras ao crescimento deles, a esta fuga predestinada. 

Hoje senti isso na pele. Havia roupa para guardar nos roupeiros e não havia espaço. Fui em busca de gavetas e prateleiras que pudessem ser desocupadas ou reorganizadas. Inacreditável. No roupeiro dele ainda existia uma prateleira com babetes, mantas e bonés de quando era mais pequeno. 
No roupeiro dela ainda foi mais critico. Dois gavetões cheios de lençóis de alcofa e berço, toalhas de banho de bebé e mantas pequeninas de quando ambos eram bebés de colo. Importante referir que ela já não dorme em cama de grades desde o último verão.

Eu andava a justificar esta desordem com falta de tempo e preguicite aguda, mas não, não vou continuar a enganar-me. Tenho o coração apertado por cada lençol, manta e resguardo de cama que vou ter que guardar definitivamente. Eles não voltarão a usar aquelas coisas, eu não voltarei a dobra-las, cheirá-las, simplesmente porque eles cresceram. E sim, isso também é muito bom. Estou a aprender.

1 comentário:

  1. Aconteceu-me a mesma coisa à pouco tempo. Ao tirar tudo o que restava de bebe dele da gaveta, os babetes os lençóis pequenos, enfim foi triste e ao mesmo tempo feliz por ele e ela estarem a crescer.É um misto grande de emoções que fazem parte do nosso crescimento e do deles. Ai que saudades deles em bebé....

    ResponderEliminar