sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

Queres o meu amor?

Queres? Queres o meu amor?
Vem buscá-lo. Procura-o e acarinha-o.

Usa-o sem medo e apropria-te dele para sempre.

O meu amor é teu. 
Cada gesto que ele faz, cada som que ele exprime.

Anda. Afaga-me o rosto, aperta-me num abraço e afasta-me a franja que esconde timidamente o brilho dos meus olhos, sempre que me tocas.

As tuas mãos são porto seguro, dão-me colo e conhecem-me desde o primeiro dia. Entrelaça-as nas minhas e deixa-as aí descansar.

Anda. Queres o meu amor? 

1 comentário:

  1. Por certo quererá por ser um amor lindo...:))) Poesia linda também!
    Bjs
    Maria

    ResponderEliminar