quinta-feira, 24 de maio de 2018

A solidão da solidão.

Nada é mais denso do que viver sozinho rodeado de gente.

Por vezes percorremos caminhos solitários que nos enchem a alma. Outras vezes caminhamos aos encontrões com tanta gente que nos amuralha e que nos esvazia a alma.

Ficamos com a nossa essência sugada. Espremida. E depois é difícil voltar a ser.




Sem comentários:

Enviar um comentário