sexta-feira, 22 de junho de 2012

É sexta-feira... yehhhh!

Comecei o dia a fazer aquilo que já devia ter feito no inicio da semana: ir ao médico. Arrastei, arrastei e hoje teve que ser. Fui tratar da minha tripa que não anda nada bem. Diagnóstico: o raio de uma gastroenterite. Andei a tentar tratar dela por minha conta, mas não foi suficiente. Como entretanto vieram também as dores insuportáveis de estômago não deu para aguentar mais.

Tudo bem. Tendo em conta que fui à procura de uma vaga no centro de saúde e fui atendida antes das 11h. Bem bom. Agora, como em tudo que me acontece, veio a parte da surpresa... fiquei logo de pé atrás quando ouvi uma voz masculina a chamar o meu nome... (esta agora, mas tu queres ver?)

Conclusão:
Deveria haver uma lei que proibisse sermos atendidas por médicos mais novos que nós, giros de morrer, com aquele ar fresco de nórdico, com aqueles olhos cor de mar e a mascar chiclete de sabor a mentol.

(Não sei porquê mas quando ele me ordenou: "deite-se que vou examiná-la", arrepiei-me até às pontas dos cabelos. Não estava preparada para aquele assalto ao meu querido pneu michelin!) 



(e não é que só me vinha esta malta à cabeça...?)


3 comentários:

  1. Devemos ir ao mesmo posto médico ou então gajos assim andam a proliferar por centros de saúde. Mas deve ser o mesmo, até no pormenor da chiclete. Só não sei se era de mentol... eheheheh
    Vê lá se te cuidas, miúda. As melhoras. Beijinhos.
    carla

    ResponderEliminar
  2. Assim até vale a pena ter qualquer coisinha que nos leve ao centro de saude. Ainda por cima ser atendida por médicos que fazem surf e tudo, sim porque o pormenor da chiclete denuncia logo a pessoa.

    as melhoras. Sónia Arada

    ResponderEliminar
  3. Meninas: foi realmente a melhor parte desta semana doente... ;)

    ResponderEliminar