terça-feira, 26 de junho de 2012

Indignação Vs Pena

O meu trabalho é dos mais frustrantes na área social. Trabalhar com pessoas que lutam diariamente (ou às vezes nem tanto) contra uma dependência é duro. Para eles, acima de tudo, mas para nós também. Inevitavelmente acabamos por viver os problemas deles de uma forma muito próxima. É triste ver pessoas a autodestruirem-se todos os dias, a toda a hora, mas ainda mais chocante (para mim) quando eles e elas têm a minha idade ou ainda são mais novos do que eu.
Custa-me, pronto.
Que fazer?
Fico indignada quando dou o litro para conseguir este e aquele apoio para determinada pessoa e depois ela não corresponde às expectativas ou não cumpre a sua parte... fico brava. Furiosa. Apetece-me trata-los à estalada. Abrir-lhes aquela cabeça e enfiar-lhes lá um pouco de juízo.
Impossivel. Utopia. Já sei.
Mas depois também vejo alguns a lutar e muito. Com o pouco que têm conseguem fazer milagres.
E depois há o meu coração. Que felizmente, anda sempre de mão dada com a minha razão... se assim não fosse, já tinha desistido há muito.
Morro de pena por todos eles. Os que se esforçam e os que nem por isso. Acho sempre que duas oportunidades é pouco para eles.
O sistema é que não anda ao mesmo ritmo que o meu coração. Pois.

Resta-me a pena. Tenho sempre muita. Sou uma verdadeira galinha. Tá visto.

E a esperança. Valha-nos a esperança que renovamos todos os dias.

Lighthouse - Seascape - Photography - Original Signed Numbered Fine Art Print 5x7 (13x18cm)

Sem comentários:

Enviar um comentário